Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • 1. Os artigos submetidos à apreciação de Contabilidade, Gestão e Governança devem ser inéditos, no Brasil e no exterior, não estando sob processo de avaliação para publicação em nenhum outro veículo de divulgação. Trabalhos publicados em anais de eventos científicos podem ser submetidos, desde que tenham sido incorporadas melhorias significativas (vinda de feedback) em relação à versão já publicada no evento científico. Se o artigo tiver sido divulgado anteriormente, em formato impresso ou eletrônico, como working paper, texto para discussão ou formato semelhante, o autor deve retirá-lo de circulação durante o processo de revisão por CGG e, caso seja aceito para publicação, garantir que sua publicação ocorra somente neste periódico.
  • 2. O trabalho a ser submetido segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • 3. O número máximo de autores por artigo é cinco, ordenados segundo a contribuição de cada um para o texto.
  • 4. O arquivo da submissão deve estar em formato Microsoft Word (.doc, .docx), e não podem ultrapassar 2MB.
  • 5. Ao submeter o artigo o(s) autor(es) deve(m) estar(em) ciente(s) que:
    a) O artigo está escrito de forma correta em termos gramaticais, sendo de responsabilidade dos autores a providência da versão de avaliação do paper revisada por revisores profissionais. Os pareceristas não farão correções;
    b) O artigo, após aprovado pelos pares e com o aval de publicação, somente será definitivamente aprovado para publicação se o texto seguir de maneira correta as normas ortográficas e gramaticais da língua portuguesa, inglesa (Inglês-EUA) e/ou espanhola;
    c) O editor e/ou qualquer indivíduo ou instituição vinculada aos seus órgãos colegiados não se responsabilizam pelas opiniões, ideias, conceitos e posicionamentos expressos nos textos, por serem de inteira responsabilidade de seu autor (ou autores);
  • 6. Carta ao editor: Junto com o artigo deve ser encaminhado carta ao editor que explicite a contribuição científica do artigo com a devida justificativa de como ele contribui. No caso de trabalho publicado em anais de eventos científicos, torna-se relevante mencionar o fato na carta, bem como citar as principais melhorias incorporadas no mesmo. Essa carta deve se resumir a apenas uma página e deve ser submetida como Documento Suplementar ao artigo.
  • 7. Todos os artigos submetidos e publicados na Revista CGG devem ser originais, não tendo sido publicados em nenhum periódico previamente e em nenhum livro ou manuscrito científico. Os artigos devem ter caráter inédito.
  • 8. Os autores cujos artigos forem aprovados para publicação na Revista CGG deverão fornecer uma versão em inglês da última versão do trabalho em um prazo de 20 dias. A tradução deverá ser realizada por um dos tradutores indicados pela revista.
    Obs.: Os autores devem informar na Carta ao Editor que estão cientes dessa condição.

    Tradutores recomendados:
    1. A2Z Serviços de Idiomas: a2zsolucoes@gmail.com
    2. Santos & Dinham Consultoria e Traduções: robdinham@gmail.com
    3. Patrick Hall: phall64@uol.com.br
    4. Fernando Effori de Mello: feffori@gmail.com
    5. Carolina Mamede: carollmamede@gmail.com
    6. DJC Ingles: djcingles@hotmail.com
    7. Izabela Gonçalves Barros: isbar1@hotmail.com
  • 9. Ao submeter um artigo para avaliação, todos autores e coautores assumem o compromisso de realizarem a avaliação de até 3 (três) artigos de outros autores, no sistema Double Blind Review.

Diretrizes para Autores

Um mesmo autor somente pode ter um artigo publicado por ano na revista Contabilidade, Gestão e Governança (CGG). Esta regra é aplicável independentemente da posição do indivíduo na autoria dos artigos.

Antes de submeter um artigo, os autores devem garantir que todos os autores estejam cadastrados no sistema. Por favor, garanta que nome completo, endereço de e-mail, instituição de ensino, ORCID iD e telefones de contato de cada um dos autores estejam registrados no sistema da revista. Essa é uma condição necessária para que o artigo passe pela avaliação de desk review.

Remova qualquer identificação/menção aos autores do artigo no arquivo submetido. Não se esqueça de assinalar a opção "Remover as propriedades do arquivo", no Windows Explorer. Assegurando, assim, a Avaliação por Pares à Cega.

 

1. CONFIGURAÇÃO

  • Papel: A4 (29,7 x 21 cm);
  • Margens: superior e esquerda 3cm; inferior e direita 2cm;
  • Fonte: Times New Roman, tamanho 12;
  • Espaçamento: simples (entre caracteres, palavras e linhas), e recuo (1,25cm) no início dos parágrafos;
  • Tamanho:  O artigo deverá conter entre 5.000 e 8.000 palavras, incluindo título, resumo, abstract, conteúdo em si, tabelas, figuras, notas e referências bibliográficas;
  • Paginação: Incluir o número de páginas no canto inferior direito do documento;
  • Detalhes: NEGRITO deverá ser utilizado apenas para títulos e subtítulos; ITÁLICO deverá ser utilizado apenas para palavras em língua estrangeira; "ASPAS DUPLAS" deverão ser utilizadas para citações diretas e frases de entrevistados; e [Colchetes] deverão ser usados dentro de textos com aspas duplas para isolar material que na fonte original estava incluído entre aspas.

 

2. ESTRUTURA

Artigos teórico-empíricos devem seguir a seguinte estrutura: (a) título (português e inglês), resumo e abstract, (b) introdução (contextualização, desenvolvimento do problema e objetivo da pesquisa) e revisão da literatura empírica concernente ao problema, (c) método (descrição dos participantes/sujeitos, instrumentos, materiais/equipamentos e procedimentos utilizados para condução da pesquisa), (d) resultados (relato dos achados, preferencialmente com uso de tabelas e/ou gráficos), (e) discussão (interpretação e implicações dos resultados), (f) conclusão ou considerações finais, (g) referências;

Artigos de revisão de literatura ou exclusivamente teóricos é esperado que os autores: (a) definam claramente um problema, (b) sumarizem investigações prévias para informar o leitor sobre o estado da pesquisa, (c) identifiquem relações, contradições, lacunas e/ou inconsistências na literatura (d) sugiram próximos passos de investigação para a resolução dos problemas identificados. (e) referências * Não há uma estrutura de seções pré-definida para este tipo de contribuição, de forma que os autores devem buscar um formato coerente para o texto. É fundamental que haja um argumento organizador e não somente uma compilação de pesquisas já realizadas.

 

3. TÍTULO, RESUMO E PALAVRAS-CHAVE

Inserir o título no início do trabalho, com as primeiras letras de cada palavra em maiúscula, seguido de resumo, palavras-chave, abstract e keywords, sem identificação do(s)autor(es). Trabalhos em inglês ou espanhol deve inserir também título, resumo e palavras-chave em português.

Título: O título deverá conter até 15 palavras e representar o 'menor resumo' do conteúdo do artigo.

Resumo: deve conter até 250 palavras e ser apresentado em tópicos de forma clara:

  • Objetivo (obrigatório):  Indicar o objetivo do trabalho, ou seja, aquilo que ele pretende demonstrar ou descrever;
  • Método (obrigatório em estudo empírico): Indicar o método científico empregado na condução do estudo. No caso dos ensaios teóricos, altere o nome do tópico para Abordagem teórica e recomenda-se que o(s) autor(res) indiquem a abordagem teórica adotada;
  • Resultados (obrigatório): Indicar suscintamente os principais resultados alcançados;
  • Originalidade/Relevância (obrigatório): Indicar o gap teórico no qual o estudo se insere apresentando também a relevância acadêmica da temática;
  • Contribuições teóricas/metodológicas (obrigatório): Indicar as principais implicações teóricas e/ou metodológicas que foram alcançadas por meio dos achados do estudo realizado;
  • Contribuições sociais/para a gestão (opcional): Indicar as principais implicações gerenciais e/ou sociais alcançadas por meio dos achados do estudo realizado.

 Palavras-chave: entre três e cinco palavras-chave que caracterizam o trabalho.

 

4. CITAÇÕES, REFERÊNCIAS, NOTAS E AGRADECIMENTOS

- Citações: deverão ser apresentadas no corpo do texto, incluindo o sobrenome do autor da fonte, a data de publicação e o número de página (se for o caso), conforme normas da APA.  (Atenção! Artigos submetidos com normas ABNT serão rejeitados sumariamente.)

 - Referências: As referências citadas ao longo de todo o artigo devem ser apresentadas no final do artigo, em espaçamento simples, sem pular linha entre uma referência e outra, usar deslocamento de 0,75 cm, organizada em ordem alfabética pelo sobrenome do autor (e cronológica quando for o caso), de acordo com as normas da APA. Um breve resumo das normas da APA pode ser encontrado clicando aqui. Para mais informações: American Psychological Association (APA). (2001). Publication Manual of the American Psychological Association. (5th ed.). Washington, DC.

Todos os trabalhos citados que possuírem DOI (Digital Object Identifier) devem ser informados nas referências. E todos os endereços de páginas na Internet (URLs), incluídas no texto (Ex.: http://www.ibict.br) devem estar ativos e prontos para clicar.

Exemplos:

  • Livro: Festinger, L., Riecken, H., & Schachter, S. (1956). When prophecy fails. Minneapolis: University of Minnesota Press.
  • Capítulo: Rubenstein, J.P. (1967). The effect of television violence on small children. In B. F. Kane (Ed.), Television and juvenile psychological development (pp. 112-134). New York: American Psychological Society.
  • Online: Kawasaki, J. L., & Raven, M.R. (1995). Computer-administered surveys in extension. Journal of Extension, 33, 252-255. Recuperado em 2 junho, 1999, de http://joe.org/joe/index.html
  • Com DOI: Mooney, K. M., & Walbourn, L. (2001). When college students reject food: not just a matter of taste. Appetite, 36(1), 41-50. http://dx.doi.org/10.1006/appe.2000.0384

   - Notas: devem ser evitadas. Se forem extremamente necessárias para explicar algum termo ou conceito, cujo explicação não seja conveniente ser inserida no corpo do texto, as notas devem ser numeradas sequencialmente no corpo do texto, e apresentadas no final do artigo, após as referências.

 - Agradecimentos: devem ser inseridos ao final do artigo. Porém os mesmos somente poderão ser acrescidos ao manuscrito após o aceite para publicação.

 

5. TABELAS E FIGURAS 

Toda forma de apresentação utilizada no trabalho deverá ser nomeada de Tabela ou Figura. E devem estar nas cores preto, branco e tonalidade cinza. Não podem ser coloridos.

Tabelas - De acordo com as normas APA, “as tabelas geralmente mostram valores numéricos exatos, e os dados são ordenadamente dispostos em linhas e colunas, facilitando sua comparação” (APA, 2001, p. 133). O título deve ser colocado encima da tabela. A fonte do corpo da tabela e das notas da tabela devem ser Times New Roman, tamanho 10. E não devem conter bordas verticais.

Figuras - são “qualquer tipo de ilustração que não seja tabela. Uma figura pode ser um quadro, um gráfico, uma fotografia, um desenho ou outra forma de representação” (APA, 2001, p. 149). O título deve ser colocado em baixo da figura. Depois do título, quaisquer outras informações necessárias para esclarecimentos da figura deveram ser acrescidas, como por exemplo, unidades de medida, símbolos, escalas, abreviaturas e fontes.  Em fonte Times New Roman, tamanho 10.

(Exemplos)

6. ANEXOS

Anexos e apêndices são inseridos antes das referências.

 

Observação:

Avaliação de Artigos 1. Contabilidade, Gestão e Governança adota o sistema de avaliação anônima tripla (Editor-Chefe ou membro do Corpo Editorial Científico e dois avaliadores ad hoc) para análise dos artigos encaminhados para publicação. 2. A avaliação dos artigos submetidos a CGG privilegiará os seguintes aspectos: a) nível de contribuição para o aumento do conhecimento científico e/ou para aplicação prática. b) qualidade do referencial teórico utilizado. Espera-se que o artigo contenha o estado da arte no tema explorado e que o quadro teórico conceitual esteja apoiado em artigos publicados em periódicos de bom nível. Citações e referências apoiadas em livros-texto e trabalhos publicados em anais de eventos devem ser evitadas; c) adequabilidade da metodologia utilizada; d) nível de aprofundamento das análises, discussões e articulações de ideias e conceitos; e) qualidade das conclusões e recomendações; f) consistência interna e estrutura do texto; g) qualidade da redação.

 

 

Artigo científico (Seção de Gestão e Contabilidade de Empresas Privadas & do Terceiro Setor)

Aceita artigos de estratégia e economia de empresas e do terceiro setor; controladoria; contabilidade e finanças gerenciais; mercado financeiro, de crédito e de capitais; atuária; contabilidade para usuários externos; governança corporativa; marketing; inovação; empreendedorismo; gestão tecnológica; qualidade, produtividade, gestão de pessoas,  ensino e pesquisa em administração e contabiidade de empresas e terceiro setor  e temas emergentes em contabilidade e gestão.

Artigo científico (Seção de Gestão e Contabilidade Pública)

Aceita artigos de contabilidade e administração pública; ensino e pesquisa em contabilidade e administração pública; sociedade e estado; governança pública, gestão social; movimentos sociais; políticas públicas e temas emergentes em contabilidade e/ou administração pública.

Edição Extra: Reformas do Setor Público e Mudanças na Contabilidade Pública

Aceita artigos para a edição extra que possui como tema as "Reformas no Setor Público e Mudanças na Contabilidade Pública", a ser publicado em outubro de 2022.

Serão recebidas pesquisas científicas que reflitam o estado da arte nos seguintes temas:

  • Relação entre normas The International Public Sector Accounting Standards (IPSAS), as European Public Sector Accounting Standards (EPSAS), em possíveis efeitos no Sistema de Normalização Contabilística para as Administrações Públicas (SNC-AP) em Portugal e no Brasil;
  • Impacto das reformas do setor público no sistema de contabilidade governamental;
  • Órgãos de controle e nova governança pública;
  • Accountability e gestão de políticas públicas;
  • Informação contábil e tomada de decisão na Administração Pública;
  • Contribuição da informação contábil na elaboração do orçamento público.

Os autores poderão submeter artigos nesta seção até o dia 30 de abril de 2022.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados neste periódico serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou à terceiros.